Familia homoparental en Cuba: una realidad no contada

A pesquisa aborda temáticas relacionadas à comunidade LGTBI e, dentre estas, à família homoparental em Cuba, a fim de desvelar seus traços na produção audiovisual cubana, e os fatores socioculturais e jurídicos que os determinam. A partir deste resultado, o estudo propõe uma aproximação ao processo...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autores principales: CENECEX, Facultad de Comunicación Universidad de La Habana, Editorial de la Mujer, Acosta Damas, Maribel, Costales Pérez, Zenaida, Rosales Vicente, Beatriz
Formato: Artículo publishedVersion
Lenguaje:Español
Publicado: CIESPAL 2017
Materias:
Acceso en línea:http://revistachasqui.org/index.php/chasqui/article/view/3184
http://biblioteca.clacso.edu.ar/gsdl/cgi-bin/library.cgi?a=d&c=ec/ec-011&d=article3184oai
Aporte de:Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales (CLACSO) de Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales Ver origen
Descripción
Sumario:A pesquisa aborda temáticas relacionadas à comunidade LGTBI e, dentre estas, à família homoparental em Cuba, a fim de desvelar seus traços na produção audiovisual cubana, e os fatores socioculturais e jurídicos que os determinam. A partir deste resultado, o estudo propõe uma aproximação ao processo de produção do documentário Sí, quiero, realizado por estudantes de Jornalismo da Universidade de La Habana, que baseia seu discurso audiovisual em uma construção de gênero inclusiva para promoção do debate público sobre os direitos das famílias homoparentais, tradicionalmente invisibilizadas nos conteúdos midiáticos e da indústria cultural em Cuba e outras partes do mundo.