Quem pode definir os critérios de original e de cópia?: sobre ser mulher nos debates entre feministas radicais e transfeministas em 2012

Em maio de 2012, foi anunciada uma conferência feminista chamada Ra-dFem 2012. De acordo com o jornal britânico The Guardian, o anúncio continha a informação de que o evento era “restrito para mulheres nascidas mulheres e vivendo como mulheres”. Em seguida, diversos vídeos, textos e comentários de m...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autor principal: Lopes (PPGAS/UnB), Ízis Morais; (PPGAS/UnB)
Formato: Artículo publishedVersion Artigo Avaliado pelos Pares
Lenguaje:Portugués
Publicado: Pós - Revista Brasiliense de Pós-Graduação em Ciências Sociais 2014
Materias:
Acceso en línea:http://periodicos.unb.br/index.php/revistapos/article/view/12440
http://biblioteca.clacso.edu.ar/gsdl/cgi-bin/library.cgi?a=d&c=br/br-041&d=article12440oai
Aporte de:Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales (CLACSO) de Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales Ver origen
Descripción
Sumario:Em maio de 2012, foi anunciada uma conferência feminista chamada Ra-dFem 2012. De acordo com o jornal britânico The Guardian, o anúncio continha a informação de que o evento era “restrito para mulheres nascidas mulheres e vivendo como mulheres”. Em seguida, diversos vídeos, textos e comentários de mulheres trans* apareceram na internet em contraposição a tal convenção. Este artigo tem como objetivo analisar como os fenômenos trans* têm desafiado os feminismos e como este debate tem ligação estreita com a discussão sobre mimese.