Do dito ao vivido : experiências de repressão à santería e aos candomblés

Do dito ao vivido é um artigo onde se descrevem as discriminações da imprensa e as repressões da polícia contra setores negros e mestiços iniciados nas expressões religiosas de origem africana, nas sociedades cubanas e brasileiras durante as primeiras décadas do século XX.

Detalles Bibliográficos
Autor principal: Hodge Limonta, Ileana - Autor/a
Formato: Text draft Doc. de trabajo / Informes
Lenguaje:Por
Publicado: CIPS, Centro de Investigaciones Psicológicas y Sociológicas 2013
Materias:
Acceso en línea:http://biblioteca.clacso.edu.ar/gsdl/collect/cu/cu-013/index/assoc/D8159.dir/ileana5.pdf
Aporte de:Red de Bibliotecas Virtuales de Ciencias Sociales (CLACSO) de Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales Ver origen
Descripción
Sumario:Do dito ao vivido é um artigo onde se descrevem as discriminações da imprensa e as repressões da polícia contra setores negros e mestiços iniciados nas expressões religiosas de origem africana, nas sociedades cubanas e brasileiras durante as primeiras décadas do século XX.