Economia Social: possibilidades emancipatorias

Este artigo questiona a suposta vitória definitiva do modelo capitalista liberal através da exposição de uma alternativa viável e repleta de possibilidades emancipatórias para a produção econômica que é a economia social e solidária. Apesar desta potencialidade positiva, há um importante descompasso...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autor principal: Alves Lamas, Isabella
Formato: article
Lenguaje:Portugués
Publicado: Kelly Pereyra 2017
Materias:
Acceso en línea:http://hdl.handle.net/11086/4979
Aporte de:Repositorio Digital Universitario (UNC) de Universidad Nacional de Córdoba Ver origen
Descripción
Sumario:Este artigo questiona a suposta vitória definitiva do modelo capitalista liberal através da exposição de uma alternativa viável e repleta de possibilidades emancipatórias para a produção econômica que é a economia social e solidária. Apesar desta potencialidade positiva, há um importante descompasso entre as práticas empíricas e a produção intelectual na área que é ilustrado aqui através do caso do Complexo Cooperativo de Mondragón. Não obstante, a economia social e solidária tem um papel reforçado no momento atual de crise sistêmica do capitalismo. As empresas recuperadas e autogestionárias argentinas e brasileiras são exemplos de iniciativas que podem contribuir positivamente em direção à inclusão social e à superação da crise. Dessa maneira, este ensaio aborda simultaneamente a economia social e solidária como uma alternativa possível aos modelos atuais de desenvolvimento capitalista e às suas potencialidades no momento atual de crise sistêmica do capitalismo.