A ITCP e a produção do conhecimento como ferramenta para o desenvolvimento de comunidades

O estudo enfoca a produção do conhecimento como ferramenta no desenvolvimento de comunidades. Justifica-se pela possibi-lidade de refletir e desenvolver tecnologias mais próximas das necessidades dos envolvidos. Tem como objetivo apoiar a for-mação e organização de iniciativas solidárias a fim de to...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autores principales: Zech, Dante Luiz, Martins, Franciane Préza, Thais Nogueira Da Silva, Kauany, Marcondes Carneiro, Leandro, Schüssler D'Aroz, Marlene, Dozsa, Denys
Formato: article
Lenguaje:Portugués
Publicado: Kelly Pereyra 2017
Materias:
Acceso en línea:http://hdl.handle.net/11086/4976
Aporte de:Repositorio Digital Universitario (UNC) de Universidad Nacional de Córdoba Ver origen
Descripción
Sumario:O estudo enfoca a produção do conhecimento como ferramenta no desenvolvimento de comunidades. Justifica-se pela possibi-lidade de refletir e desenvolver tecnologias mais próximas das necessidades dos envolvidos. Tem como objetivo apoiar a for-mação e organização de iniciativas solidárias a fim de torná-las protagonistas no processo de desenvolvimento local. O ensino cumpre o seu papel na medida em que promove a formação do acadêmico em determinada área do conhecimento. Por outro lado, a extensão desempenha a sua missão quando o estudante se transforma em agente de intervenção. A ITCP/UFPR é um programa de extensão universitária, pautada pelos princípios da economia solidária, cooperativismo e associativismo. A sua proposta de trabalho se concretiza a partir da participação de uma equipe multidisciplinar que sob orientação de professores produzem conhecimento, realizam pesquisas, oferecem orientação técnica e formação, permitindo a aproximação entre a teoria acadêmica e o saber popular. Como metodologia, exercita-se diariamente o diálogo, o planejamento e a avaliação de cada ati-vidade, discutindo questõespráticas vinculadas a sua área de formação, leitura e discussão de vários temas. Foi possível observar que a experiência de aprender e ensinar com a comunidade se configura como elemento gerador de variáveis, como: compreensão das políticas pú-blicas; observação da dinâmica e o papel do educador e da escola na economia local; não previstas na universidade. Por fim, o conhecimento adquirido e o contato direto com a comunidade possibilitaram, além da prática da docência, um universo de sig-nificados, crenças e atitudes, repercutindo significativamente no desenvolvimento pessoal e social de cada envolvido.